Rádios

Escutar Radio Fronteira FM Escutar Radio Cultura AM Escutar Radio Gaúcha

Clima

Secretaria de Educação treina gestores para uso da ficha de infrequencia online

c_230_200_16777215_0___images_stories_00013-05-11_Ficai-Digital-1.jpgc_230_200_16777215_0___images_stories_00013-05-11_Ficai-Digital-2.jpgNa última quarta-feira, dia 8, pela manhã, no auditório do Colégio Estadual Getúlio Vargas, a secretaria de Educação do Estado (Seduc/RS) ministrou uma formação do uso e preenchimento eletrônico da Ficha de Comunicação do Aluno Infrequente (Ficai). Participaram da formação um representante de cada escola dos municípios de abrangência da 35ª Coordenadoria regional de Educação (35ª CRE), integrantes do Conselho Tutelar, direção do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) e representantes da secretaria municipal de Educação (SMED). Ministraram a formação em São Borja a responsável pela Demanda Escolar na Seduc/RS, Mársia Sulzbacher, e o técnico da Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa), Alípio Oliveira, responsável pelo programa utilizado no preenchimento online da Ficai. O encontro na cidade teve o objetivo de instrumentalizar as escolas a utilizarem o sistema eletrônico da Ficha o que possibilita o acionamento mais ágil do Conselho Tutelar nos casos de infrequência de estudantes, tanto do ensino fundamental como do ensino médio.
EXPLICAÇÕES SOBRE O SISTEMA
Mársia Sulzbacher e Alípio Oliveira, acompanhados da professora Bárbara Panciera, do setor de divulgação da 35ª CRE, visitaram a redação da Folha de São Borja, para prestar mais informações sobre a formação sobre o novo sistema. Mársia disse que o processo, além de ser mai ágil, ajudará a diagnosticar os motivos do afastamento do aluno, servindo de subsídio para a criação de políticas públicas. Além disso, explicou ela, a informatização eliminará também o deslocamento das instituições para levar as fichas ao Conselho Tutelar. As coordenadorias de Educação também acompanharão de forma mais fácil os processos em torno de alunos que não estão comparecendo às aulas.
Mársia Sulzbacher acredita que dentro de poucos meses o sistema já estará sendo utilizado por todas as escolas estaduais que dentro de pouco tempo fizeram mais de 4 mil, acessos ao site da Seduc/RS para conhecer seu funcionamento. "A partir da agilidade no processo de acompanhamento da infrequencia escolar também será possível maior agilidade na recondução do aluno à escola, a partir da avaliação das causas da ausência às aulas", diz Mársia. Ele lembrou que o processo começa na escola, a partir de cinco dias de ausência do aluno e que depois a Ficai vai para o Conselho Tutelar, com acompanhamento online da Coordenadoria de Educação.
Em último caso, explica ela, o Ministério Público é acionado com a conseqüente responsabilização dos pais dos alunos faltosos.
Os treinamentos em nível de coordenadorias regionais de Educação começaram dia 15 de março e só terminarão dia 11 de julho, com a formação de representantes de todas as escolas estaduais.
Fotos:
Sistema de controle da Ficai no site da Seduc/RS
Mársia Sulzbacher, Alípio Oliveira e Bárbara Panciera